It doesn’t matter what we do…

17 jul

“If I told you things I did before
Told you how I used to be
Would you go along with someone like me?
If you knew my story word for word
Had all of my history
Would you go along with someone like me?”

Sempre que pessoas novas entram na minha vida e começam a se tornar importantes, eu sinto uma certa curiosidade sobre o passado delas, sobre o que elas foram, os erros e acertos que as levaram até onde estão hoje e coisas assim, mas, sinceramente, me incomodo quando querem saber sobre o meu.
Eu sei que é um ato um tanto egoísta, mas não é questão de não querer deixar com que a pessoa entre por completo na minha vida, nem querer manter meus erros invisíveis para os outros. A questão é que realmente machuca entrar mais uma vez em algo que me afetou tanto e reviver memórias tão ruins, é medo de lembrar de tudo o que aconteceu e saber que isso pode voltar a acontecer…
Eu sei que não sou só eu que me sinto assim, e também não fico batendo na mesma tecla até que me contem tudo sobre suas vidas, até porque eu sei como dói reviver tudo aquilo. Então, a única coisa que eu quero, é que não peçam para saber mais do que eu deixo transparecer sobre mim, a menos que eu peça para contar.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: